1/10

Estruturação Urbana, Plano Diretor Estratégico

 

> Local e Data: Angola, 2012

   Projeto: DESENVOLVIMENTO DE ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR DA NOVA CENTRALIDADE DE BENFICA, ANGOLA 

   Autores: Carlos Leite, Mario Biselli e Vasco de Mello

   Conceituação:

A Nova Centralidade de Benfica é necessária:

• Para a estruturação do território, com base em princípios conceituais que contribuam para uma maior integraçãodos bairros, na ausência de um Plano Diretor da cidade Capital.

• Contribuir para a gestão da desconcentração e descentralização do aparelho Central do Estado, gerando novascentralidades autônomas entendidas como extensões territoriais da Capital.

 

A Nova Centralidade de Benfica deverá:

• Evitar que com a implementação do Plano de Pormenor denominado Portas de Benfica, destinado a trabalhadoresdo aparelho do Estado se processe o surgimento de novos musseques na envolvente;

• Criar um conceito estrutural e estruturante pensado e produzido por angolanos vincado na nossa idiossincrasia,recuperando memórias e valores vivenciais que se transformem em referencias físicas da gestão do uso do solo;

• Fazer surgir uma Nova Centralidade que permitirá a consolidação do território a Sul da Capital;

• Gerar uma nova filosofia de intervenção urbana gerando núcleos urbanos humanizados e interligados com aCapital, evitando a sua descontinuidade territorial;

• Produzir soluções que contribuam para a investimento privado (nacional e estrangeiro) e o incremento doconsumo interno como contributos a recuperação econômica.

Stuchi & Leite Projetos & Consultoria I Arquitetura e Interiores I Desenvolvimento Urbano: Inteligência Territorial, Planos Urbanos Estratégicos, Estruturação e Modelagem Urbana, Masterplans